Quais as vantagens da análise em tempo real para a gestão de frotas?

Quais as vantagens da análise em tempo real para a gestão de frotas?

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

O setor dos transportes é imprevisível e otimizar a utilização dos recursos não é uma tarefa fácil. Cada vez mais os gestores procuram formas de melhorar o desempenho das frotas e de reduzir os custos operacionais. A primeira etapa para otimizar o desempenho de uma frota é obter uma visão integrada e global sobre o seu estado, recursos e disponibilidades. Analisar a frota em tempo real traz imensos benefícios e hoje apresentamos-lhe as principais vantagens da análise em tempo real para a gestão das frotas!

Melhor serviço para o cliente

Ter a informação em tempo real disponível em qualquer lugar permite que a empresa possa fazer a gestão da frota de forma mais assertiva. Por exemplo, empresas que trabalham com entregas ao domicílio, ao receberem um pedido podem enviar o veículo que está mais perto da morada onde tem que fazer a entrega. O serviço torna-se mais rápido, o que é bom para o cliente, e a empresa economiza em combustível.

Otimização de processos

Com a utilização de um sistema de monitorização do negócio, a empresa consegue melhorar os seus processos. É possível estimar o tempo necessário para o cumprimento de determinada rota e assim definir tempos para a execução de diversas tarefas. E toda a informação é consultada no exato momento em que as situações acontecem.

Aumento da produtividade

Com a informação sobre todos os departamentos da empresa num só dashboard, os gestores conseguem analisar os dados de uma forma muito mais rápida e eficaz, identificando facilmente os pontos que necessitam de melhoria e agindo em tempo útil para evitar problemas de produtividade. Reduz-se em grande escala os tempos de consulta das diversas fontes de informação, o que vai melhorar o desempenho do gestor.

Menor probabilidade de errar

Tomar decisões com base em informação não-fidedigna é um dos erros mais cometidos no mundo dos negócios e um dos principais que leva ao fracasso. Um sistema de monitorização em tempo real alimenta constantemente o gestor em termos de informação, pelo que este vai ser conhecedor de todos os dados relevantes de que necessita para decidir de forma consciente. Com os sistemas BAM já não existirão problemas de decisões por falta de conhecimento.

Conhecimento do histórico organizacional

Um sistema de monitorização da frota em tempo real permite também eu o gestor avalie os resultados da frota ao longo do tempo e desse modo descobrir informações essenciais como desempenho dos motoristas consumo de combustível, gastos com horas extraordinárias, entre outros fatores relevantes.

Acompanhamento e cumprimento dos KPI’s

Uma empresa tem objetivos coletivos e individuais, mas muitas vezes os colaboradores acabam por se desfocar dos seus objetivos, o que tem um impacto negativo para a empresa. Um sistema de monitorização do negócio como o Multipeers4Fleets permite que cada colaborador tenha acesso aos seus KPI’s e que seja alertado sempre que o seu desempenho esteja fora dos padrões previamente estabelecidos.

Multipeers4Fleets permite medir e analisar continuamente todos os acontecimentos do negócio de gestão de frotas, de modo a que o utilizador possa tomar as melhores decisões para o futuro do negócio. Através de dashboards simples e intuitivos é possível analisar os gastos de cada viatura da frota, encontrar os fatores que contribuem para um aumento de combustível, definir alertas sempre que acontece algo de importante, entre muitas outras funcionalidades.

5 Dicas infalíveis para otimizar os processos da sua empresa

5 Dicas infalíveis para otimizar os processos da sua empresa

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

As organizações enfrentam todos os dias o desafio de produzirem mais e de gastarem menos. Nem sempre é fácil conseguir otimizar os processos de uma empresa, uma vez que estes ficam ultrapassados rapidamente, devido à grande dinâmica do mercado, cada vez mais acelerado. As tecnologias ficam obsoletas todos os dias, o que exige um acompanhamento constante dos processos, de modo a mantê-los em sintonia com o mercado. No artigo de hoje, deixamos-lhe 5 dicas infalíveis para otimizar os processos da sua empresa.

Análise profunda a todos os processos

Para que os processos de uma empresa sejam melhorados, é necessário que os analise de forma aprofundada. Só depois de conhecer o estado atual dos processos é que vai ser capaz de perceber quais as áreas que estão bem e quais aquelas que precisam de melhorias. Mesmo que exista documentação sobre os processos, é preciso investigar se as pessoas estão a cumprir todas as normas. O diagnóstico interno é uma etapa importantíssima para a otimização dos processos e esta etapa jamais deve ser subestimada.

Apresentação e implementação de propostas de melhoria

Após o diagnóstico interno estar concluído, chegou a hora de apresentar propostas de melhoria. Aqui é fundamental tornar os fluxos de trabalho mais ágeis, eliminar barreiras que dificultem a boa execução das tarefas, melhorar a comunicação interna e otimizar as tarefas para que os processos se centrem mais nos objetivos do negócio. Nesta fase, todos os colaboradores devem estar envolvidos e não se deve cair no erro de apenas envolver as lideranças.

Adotar as ferramentas adequadas

Nem todas as tecnologias servem para todas as empresas, pelo que é fundamental avaliar o estado do negócio e as características da empresa, de modo a escolher as ferramentas mais adequadas para o seu funcionamento. As empresas devem adotar ferramentas tecnológicas dinâmicas e personalizadas à sua realidade, para que possam agilizar a comunicação entre os diversos departamentos, facilitar a gestão da empresa, reduzir o retrabalho e diminuir as falhas humanas.

Monitorização do negócio

Analisar o negócio em tempo real é a tendência do futuro e cada vez mais empresas optam por utilizar ferramentas de monitorização do negócio como o Multipeers. Com recurso a esta ferramenta, é possível saber o que se passa na empresa em cada momento. Permite ainda a definição de alertas de negócio para que o utilizador seja alertado sempre que algo fuja ao previamente estabelecido.

Mantenha o espaço de trabalho organizado e arrumado

Estar rodeado de confusão vai influenciar o modo como encara o trabalho e a sua forma de trabalhar. Mantenha a sua secretária limpa e as gavetas arrumadas e vai perceber que consegue gerir melhor o seu tempo e as suas funções e aumentar a sua produtividade.

Tudo o que precisa de saber para construir um plano de negócios eficaz

Tudo o que precisa de saber para construir um plano de negócios eficaz

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Um plano de negócios é uma ferramenta de gestão muito importante pois funciona como um guia que vai direcionar toda a nossa atividade. O plano de negócios ajuda a definir os objetivos e as ações necessárias para concretizá-los, diminuindo os riscos e aumentando a probabilidade de tudo dar certo. Contudo, o plano de negócios é muito mais do que um conjunto de ideias: é um documento criado a partir da análise intensiva do mercado. No artigo de hoje, deixamos-lhe algumas dicas para construir um plano de negócios eficaz!

Escolha a metodologia adequada

Na Internet vai encontrar “receitas” prontas de planos de negócio, que lhe dizem que tem que analisar o mercado, definir missão e valores, entre outras coisas. No entanto, estas metodologias padronizadas não contemplam todos os aspetos que tem que abordar pois cada caso é um caso! Pode começar por usar metodologias que encontra na Web mas deve sempre adaptá-las de acordo com as necessidades reais do seu negócio.

Conheça bem o seu público-alvo

Este é um dos passos mais importantes do plano de negócios. É essencial conhecer as necessidades do seu público-alvo. Por muito bom que o seu produto seja, se o público não precisar dele não vai conseguir vencer no mercado. Estude os hábitos do seu target, nomeadamente estilo de vida, nível de ensino e as suas características. Por vezes, é neste ponto que os planos de negócio morrem pois se o empreendedor perceber que o seu target não precisa do seu produto, não vale a pena continuar a trabalhar nessa ideia. A chave do sucesso do produto reside na capacidade de oferecer ao público aquilo que ele precisa.

Aposte na diferença

Numa época em que existem tantos produtos e serviços não é muito fácil inovar e criar novas coisas. No entanto, não pode oferecer o que todas as empresas oferecem da mesma forma que elas, pois se assim for não irá conseguir destacar-se. É preciso ir mais além do óbvio para se destacar no mercado competitivo de hoje em dia. Esta parte do plano de negócios existe investigação e dedicação, de modo a conseguir encontrar um ponto de destaque no seu produto ou serviço.

Tenha sempre um plano B

O cenário que todos os empreendedores desejam é que o negócio seja um sucesso. Contudo, devem estar preparados para enfrentar dificuldades e para passar momentos de maior tensão. É essencial que o seu plano de negócios seja realista e que esteja de acordo com o cenário político e económico do momento. Deve prever planos favoráveis e desfavoráveis, pois desta forma vai estar mais bem preparado para enfrentar todas as dificuldades que surgirem no caminho.

Defina métricas de negócio

É essencial que meça constantemente o sucesso do seu empreendimento e nesta parte os KPI’s (ou métricas de negócios) têm um papel muito importante. Deve focar-se em métricas que indiquem o estado do seu negócio e estas devem basear-se em métricas de produtividade, qualidade, ti, marketing, entre outras.

Definir indicadores de negócio de modo consciente é fundamental para se conseguir analisar o negócio objetivamente. É essencial que os indicadores analisados mostrem aos gestores o caminho a seguir, de modo a corrigirem-se erros e a aplicarem-se novas estratégias. O Multipeers propõe-lhe um conjunto de 50 KPIs essenciais para uma gestão 360º do seu negócio. Faça download do nosso e-book!

Ferramentas de tomada de decisão que vão ajudar a sua empresa a crescer

Ferramentas de tomada de decisão que vão ajudar a sua empresa a crescer

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Um gestor tem que tomar decisões constantemente e nem sempre é fácil tomar as decisões corretas para o crescimento de um negócio. Hoje em dia, existe cada vez mais informação nas empresas e os dados gerados diariamente são uma mais-valia para a tomada de decisão, mas é preciso que os gestores se acompanhem das ferramentas corretas para conseguirem extrair o valor real desses dados. No artigo de hoje, apresentamos ferramentas de tomada de decisão que vão ajudar a sua empresa a crescer!

Multipeers

O dia-a-dia de um gestor é bastante atarefado e é humanamente impossível conseguir acompanhar todas as situações que acontecem no negócio. Vivemos numa era em que somos “bombardeados” por dados vindos de todas as direções! É muito importante ter um sistema de monitorização do negócio em tempo real pois permite definir alertas de negócio para que seja avisado sempre que alguma situação importante requer intervenção imediata. O Multipeers é um sistema BAM que permite que defina alertas de negócio que o avisam sempre que uma situação requer a sua atenção. Deste modo, vai estar sempre a par dos eventos do seu negócio e vai poder decidir em tempo útil. Muitas das decisões são tomadas com base em relatórios com alguns dias de atraso, o que faz com que a empresa tenha uma ação reativa e não proativa. Com o Multipeers vai conseguir estar sempre à frente da concorrência, uma vez que consegue ter um só dashboard todas as informações geradas pela sua empresa!

Armazenamento na Cloud

mobilidade é uma tendência em crescimento e em muitos setores é já uma realidade diária. Os colaboradores e os gestores devem ter acesso às informações mais importantes sobre o negócio pois só assim conseguirão tomar decisões eficazes e no momento certo. A cloud computing veio facilitar a mobilidade laboral, ao permitir que documentos importantes do negócio sejam consultados em qualquer lugar e para que exista uma tomada de decisão efetiva. Assim, não é preciso estar no escritório para editar um documento ou responder a um e-mail importante.

Skype

O Skype é uma ferramenta gratuita que permite que mesmo as pessoas que estão longe participem na reunião. A distância já não é um entrave para que as pessoas não possam estar presentes nas decisões da empresa e, sendo uma reunião virtual, existe menos tendência para se perder tempo com questões irrelevantes para o tema da reunião. É necessário que as pessoas envolvidas no processo de decisão estejam em permanente contacto, para que todas possam colaborar com as suas opiniões!

E-mail na Cloud

Mudar o sistema de e-mail corporativo para uma solução baseada na Cloud é bastante importante para aumentar a mobilidade empresarial. Estas soluções facilitam a comunicação entre os diversos departamentos da empresa, pois as informações tornam-se acessíveis até mesmo ao utilizar tablets e smartphones. Utilizar o e-mail em dispositivos móveis permite uma resposta mais rápida e eficaz, o que contribui para uma maior eficiência de gestão.

Glossário de gestão de informação: 20 termos que precisa de conhecer

Glossário de gestão de informação: 20 termos que precisa de conhecer

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Gerir a informação de um modo eficaz é essencial para garantir que a empresa consegue obter os insights necessários para tomar as melhores decisões para o negócio. Numa era em que todos os dias são gerados volumes enormes de dados, as empresas procuram encontrar as melhores formas de lidar com a informação diariamente. No artigo de hoje, deixamos-lhe 20 termos sobre gestão de informação que precisa de conhecer!

Análise descritiva

Este tipo de Data Analytics responde à questão “o que está a acontecer agora?”. Através da resposta, as empresas podem analisar os dados sobre perdas de clientes, valores de vendas de um determinado produto e resultado de campanhas lançadas. A análise descritiva permite que se tomem decisões imediatas com um elevado nível de segurança, visto que a análise é feita com base em dados concretos e atuais. A informação proveniente deste tipo de análise é por norma exibida em gráficos e tabelas, o que permite que o gestor tenha uma visão global dos processos monitorizados.

Análise diagnóstica

A análise diagnóstica vai explicar-nos porque é que determinada coisa aconteceu. Este tipo de análise vai relacionar todos dados e informações disponíveis, de modo a encontrar padrões de comportamento que possam explicar os resultados. É uma análise importante para encontrar problemas e sobretudo para evitar repeti-los no futuro.

Análise preditiva

A análise preditiva é uma forma avançada de Data Analytics que tem como objetivo responder à questão “o que vai acontecer?”. É um tipo de análise que faz previsões através de probabilidades. Esta análise é possível graças a técnicas como análise de regressão e progressão, correspondência de padrões e diversos tipos de estatística. Este tipo de Data Analytics é muito utilizado em empresas do mercado de ações e investimentos.

Análise prescritiva

A análise prescritiva é a análise da adivinhação. Responde à pergunta “o que poderá acontecer se tomarmos esta medida?”. Este tipo de análise é muito importante sobretudo na área de vendas. Por exemplo, se pensarmos em dar 15% de desconto no próximo mês no produto menos vendido da empresa, a probabilidade de aumentarmos as vendas é de 40%. A análise prescritiva levanta hipóteses sobre possíveis resultados das ações tomadas pela empresa. É uma análise essencial para os gestores, pois ajuda-os a avaliar da melhor forma a escolha de determinada estratégia para resolver algum problema.

Backup

O backup é uma cópia de segurança que permite salvaguardar os dados e ficheiros. Se houver um problema informático e se perderem ficheiros importantes, a única alternativa é refazer o trabalho que já tinha sido feito anteriormente. Isto leva a uma quebra grande de produtividade. Ter um backup atualizado dos dados vai permitir que o rendimento da empresa não será afetado pois mesmo em caso de desastre informático os colaboradores terão acesso aos documentos de que precisam para trabalhar.

BAM

BAM significa Business Activity Monitoring e é uma ferramenta que define o processo e tecnologias para conseguir colocar num dashboard informação sobre os KPI’s da empresa em tempo real. O que o BAM faz é apenas mostrar num só local toda a informação oriunda das mais variadas fontes de dados da empresa, eliminando a necessidade de consultar diversas bases de dados e afins para se saber o que se passa na empresa naquele dado momento.

Base de dados

Conjunto de arquivos relacionados, tabelas, relações, que armazena dados e faz associações entre eles. As bases de dados são atualmente dos ativos mais importantes de uma empresa.

BI

O BI (business intelligence) é uma técnica que ajuda os gestores a planear a estratégia da empresa através da recolha e análise de um grande volume de dados, para entender o desempenho da empresa e a partir daí decidir mais conscientemente sobre o futuro.

Big Data

Big Data é o termo que descreve o incomensurável volume de dados (estruturados ou não) que têm impacto nos negócios diariamente. Mais importante do que a quantidade de dados, é o que as empresas podem fazer com eles.

Cientista de dados

Esta vai ser uma das profissões mais procuradas no futuro. Um cientista de dados é um profissional analítico que tem capacidades técnicas capazes de resolver problemas complexos e surgiram para tratar da enorme quantidade de dados não estruturados com os quais as empresas têm que lidar diariamente. Este profissional cria algoritmos para extrair insights dos dados gerados pelas diversas fontes de informação e apresenta-os num formato prático e simples de analisar por parte dos tomares de decisão, que depois serão capazes de definir estratégias e decidir qual o melhor caminho para a empresa.

Cloud

Cloud Computing é um modelo que possibilita o acesso total, através da rede, a um conjunto de recursos de computação partilhados (redes, datacenters, armazenamento, serviços, aplicações, entre outros), que podem ser rapidamente disponibilizados, com esforço mínimo e sem interação com o fornecedor.

CRM

CRM é a sigla para Customer Relationship Management, ou seja, Gestão do relacionamento com o cliente e é utilizado por milhares de empresas para gerirem o seu relacionamento com os atuais e potenciais clientes. Este software tem como objetivo proteger as informações comerciais de uma empresa. Ao mesmo tempo, um CRM ajuda a identificar as melhores ações e a melhor altura para contactar o cliente, de modo a impulsionar a venda. Do mesmo modo, permite avaliar objetivos e avaliar a equipa de vendas.

Dados pessoais

De acordo com o RGPD, consideram‑se dados pessoais quaisquer informações relativas a uma pessoa individual identificada ou identificável através das mesmas (identificável «por referência a um número de identificação ou a um ou mais elementos específicos da sua identidade física, fisiológica, psíquica, económica, cultural ou social»).

Dashboard

Um dashboard é um painel de controlo que apresenta de forma visual as informações mais importantes sobre o negócio. No caso de utilizar uma ferramenta como o Multipeers, a informação é atualizada permanente e automaticamente, de modo a que tenha ao seu dispor as informações mais atuais sobre tudo aquilo que se passa na empresa.

Inteligência artificial

A inteligência artificial é a capacidade que as máquinas têm para pensarem como seres humanos. Define a sua capacidade de aprender, raciocionar e decidir de forma autónoma e inteligente. Ao contrário do que se pensa, este não é um conceito recente. Surgiu pela primeira vez em 1956 por John McCarthy, um professor universitário que usou o termo para descrever um mundo longínquo em que as máquinas seriam capazes de resolver todos os problemas que até então eram resolvidos exclusivamente pelos seres humanos.

KPI

KPI significa key performance indicator, isto é, indicador-chave do desempenho. No mundo empresarial, os KPI’s são medidas quantificáveis que servem para entender se os objetivos da empresa estão a ser atingidos ou se é necessário modificar a estratégia para os alcançar.

Mascaramento de dados

O mascaramento de dados visa a criação de uma versão dos dados estruturalmente idêntica, mas não igual. Esta técnica cria uma base de dados com informação fictícia, mas realista, que pode ser utilizada para fins de testes e formação. As soluções de mascaramento de dados oferecem uma variedade de técnicas scrambling sofisticadas para proteger dados sensíveis, substituindo-os de forma irreversível por dados que não são reais, mantendo a integridade referencial da base de dados.

PDCA

PDCA é a siga para planear, fazer, verificar e agir. É uma técnica de gestão ligada à melhoria dos processos de uma empresa. O seu objetivo é solucionar problemas, apontando as causas para potenciais desvios e falhas produtivas. Este processo torna a organização da empresa mais eficiente a longo prazo e é essencial que se aplique desde o momento de criação de um negócio, para que a melhoria possa ser contínua.

Política de segurança

A política de segurança é um documento desenvolvido pela empresa onde se registam os princípios de segurança que a empresa adota e que devem ser seguidos pelos colaboradores. A política de segurança deve ser aplicada em todos os sistemas de informação, a nível de desktop e de mobile. Para que a política seja respeitada, é essencial que os gestores de topo participem na sai implementação.

VPN

Um rede VPN é uma rede privada virtual que transmite dados criptografados enquanto eles navegam de um ponto para outro no mundo Web. Conectar-se através da VPN faz com que o utilizador possa navegar em sites de forma segura e privada. As ligações VPN são cada vez mais utilizadas, pois permitem aceder remotamente a arquivos locais e é uma forma segura de navegar através de redes Wi-fi públicas.

A importância das ferramentas BAM para a tomada de decisões

A importância das ferramentas BAM para a tomada de decisões

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Tomar decisões para o futuro do negócio é uma tarefa complicada para os gestores. Muitas vezes, estes não dispõem de toda a informação necessária para analisar as situações de forma objetiva, o que complica em larga medida uma correta tomada de decisões. No dia-a-dia preenchido em que vivem constantemente, a falta de tempo para avaliar as operações da empresa é um dos principais inimigos da tomada de decisões. A grande quantidade de informação que existe atualmente é também uma preocupação para as empresas, que cada vez mais têm dificuldade em conseguir lidar com esta informação e em conseguir geri-la de modo a que as melhores decisões sejam tomadas. As ferramentas BAM são utilizadas para aumentar a eficácia do negócio e para que se obtenham todos os dados para tomar as decisões mais acertadas. Vamos falar sobre importância das ferramentas BAM para a tomada de decisões!

A informação é em entregue em tempo real

A vida dos negócios acontece agora, a cada momento, e é essencial que saiba o que se está a passar com a sua empresa. As decisões baseadas em relatórios com alguns dias são sempre reativas e corre o risco de ser ultrapassado por uma concorrência que seja mais rápida a agir. Saber tudo o que se passa em tempo real com o seu negócio é essencial para que possa tomar decisões em tempo útil e para ter uma postura proativa no mercado.

Consulta rápida e intuitiva

A informação disponibilizada pelas ferramentas BAM surge de um modo consolidado para que a sua consulta seja mais fácil e rápida. Pode optar por obter a informação através de gráficos de barras, gráficos multi-série, medidores, entre muitas outras opções. A informação pode ser exibida usando a apresentação mais adequada, melhorando a análise que o utilizador pode fazer de cada indicador. Além disso, cada indicador é totalmente personalizável de acordo com necessidades do negócio. Ao utilizar o desktop, no caso do Multipeers, pode ainda usar a ferramenta ticker, que lhe permite que divulgue notícias externas ou internas, mensagens e alertas, permitindo assim que todos os colaboradores estejam sempre a par do que de importante se passa na organização, o que faz com que todos estejam aptos para contribuir para uma tomada de decisão eficaz.

Perceção imediata dos problemas

A informação em tempo real disponibilizada pelas ferramentas BAM informa-nos no momento sobre o estado das coisas, o que nos permite saber em tempo útil o que está a correr mal, para que possamos resolver as situações. Com este novo modelo de gestão, não é necessário recorrermos a relatórios antigos para descobrir o motivo de algo ter corrido mal, pois somos alertados no imediato.

Sem necessidade de cliques

As ferramentas BAM atualizam de forma permanente e automática, pelo que não existe necessidade de intervenção por parte do utilizador. Em vez de ser o utilizador a procurar a informação, é a informação que, de forma autónoma, encontra o utilizador. A monitorização do negócio é um processo simples e intuitivo.

 

 

A importância da visão 360 para a sua empresa

A importância da visão 360 para a sua empresa

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Um bom gestor deve saber tudo aquilo que se passa no seu negócio. Ter um conhecimento global de cada uma das áreas de atuação de uma empresa é essencial para que se possam tomar as melhores decisões para o futuro dos negócios. No dia-a-dia agitado que os profissionais de gestão levam, nem sempre é fácil estar a par de todas as atividades empresariais, mas essa falta de conhecimento pode ser fatal para a empresa. Ter uma visão 360 é imprescindível para conhecer todos os colaboradores com os quais trabalha e todas as atividades que são levadas a cabo na empresa. No artigo de hoje, abordamos a importância da visão 360 para a sua empresa!

Melhor conhecimento dos Recursos Humanos

Quando existe um grande conhecimento sobre todos os colaboradores da empresa, torna-se mais fácil manter os colaboradores motivados e reter os melhores talentos na empresa. É essencial que os gestores conheçam bem as necessidades e motivações dos seus colaboradores, pois só assim serão capazes de lhes oferecer as condições necessárias para que se sintam bem no seu local de trabalho.

Análise em tempo real

A vida dos negócios acontece agora, a cada momento, e é essencial que saiba o que se está a passar com a sua empresa. As decisões baseadas em relatórios com alguns dias são sempre reativas e corre o risco de ser ultrapassado por uma concorrência mais rápida a agir. Saber tudo o que se passa em tempo real com o seu negócio é essencial para que consiga tomar decisões em tempo útil e para ter uma postura proativa no mercado.

Tomada de decisões facilitada

Quando existe um conhecimento efetivo sobre tudo aquilo que se passa no negócio, torna-se muito mais fácil tomar as decisões certas para a empresa. Só com um conhecimento global do estado da empresa é que os gestores são capazes de decidir de forma consciente para que a empresa possa crescer de uma forma sustentada.

Melhoria contínua

Uma visão 360 permite a busca por melhorias constantes. Analisar de forma constante tudo o que se passa na empresa permite que se encontrem erros mais facilmente e que se apliquem melhorias nos processos empresariais e essas melhorias refletir-se-ão nos resultados gerais da empresa.

Dica extra:

As ferramentas BAM como o Multipeers tornam as tomadas de decisão mais efetivas pois evitam a ocorrência de erros uma vez que eliminam a necessidade de coletar dados de inúmeras plataformas. Como têm uma interface simples e interativa, toda a informação é apresentada de forma prática e interativa, fornecendo toda a informação num só local, dotando o gestor de todos os dados de que necessita para tomar as decisões mais acertadas.

Tipos de análise para conhecer melhor a concorrência

Tipos de análise para conhecer melhor a concorrência

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Vivemos num mundo muito competitivo e a área dos negócios não foge a esta regra. Assim, é essencial que as empresas conheçam bem a sua concorrência, de modo a saber quais ferramentas utilizar e quais estratégias adotar para vencer no mercado. As redes sociais vieram facilitar o acompanhamento da nossa concorrência, pois é muito fácil saber em que produtos ou serviços estão a apostar e quais as reações dos consumidores a estes mesmos produtos e serviços, por exemplo. No artigo de hoje, falamos sobre os tipos de análise para conhecer melhor a concorrência!

Análise preditiva

A análise preditiva é uma forma avançada de Data Analytics que tem como objetivo responder à questão “o que vai acontecer?”. É um tipo de análise que faz previsões através de probabilidades. Esta análise é possível graças a técnicas como análise de regressão e progressão, correspondência de padrões e diversos tipos de estatística. Este tipo de Data Analytics é muito utilizado em empresas do mercado de ações e investimentos. É um tipo de análise muito importante, pois permite-nos compreender a atuação das empresas nos mercados e antecipar problemas e tendências.

Análise diagnóstica

A análise diagnóstica vai explicar-nos porque é que determinada coisa aconteceu. Este tipo de análise vai relacionar todos dados e informações disponíveis, de modo a encontrar padrões de comportamento que possam explicar os resultados. É uma análise importante para encontrar problemas e sobretudo para evitar repeti-los no futuro. Permite-nos relacionar a nossa atuação com a atuação da nossa concorrência, o que faz com que seja possível encontrar pontos de melhoria e minimizar ações nefastas para a imagem da empresa.

Google Alerts

Esta é uma ferramenta muito simples e muito fácil de usar. Se quiser ser alertado todas as vezes que a sua concorrência for citada no mundo Web, basta monitorizar as palavras-chave relacionadas com a concorrência. Poderá sempre saber em que áreas os seus concorrentes estão a ter destaque e esta poderá ser uma excelente forma de descobrir tendências de mercado!

Benchmarking Competitivo

O benchmarking é um instrumento que visa melhorar o desempenho de modo a posicionar-se à frente da concorrência. O processo baseia-se na aprendizagem com as melhores experiências das empresas que atuam no mesmo setor de atividade: é o chamado “aprender com os melhores”. O benchmarking competitivo tem como objetivo a análise da concorrência direta e centra-se na comparação dos produtos e serviços, métodos, estratégias e campanhas utilizadas. O objetivo é superar o bom desempenho da concorrência através da melhoria dos métodos por ela utilizados.

SocialMention

Esta ferramenta permite acompanhar tudo aquilo que se passa nos blogs, vídeos e redes sociais. Quando procurar por um termo, seja ele uma palavra-chave ou o nome de uma empresa, a ferramenta mostra-lhe tudo o que está a ser dito sobre aquele termo em blogs e plataformas sociais. O uso dela é muito similar ao Google Alerts, mas além das publicações em sites, também nos mostra as partilhas nas redes sociais e nas plataformas de vídeo, aumentando assim a sua abrangência.

As melhores ferramentas para uma tomada de decisão eficaz

As melhores ferramentas para uma tomada de decisão eficaz

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Todos os gestores enfrentam diariamente o desafio de tomar decisões. Num mercado tão agitado e em que a informação flui a um ritmo muito acelerado, nem sempre é fácil ter a informação certa no momento certo, o que complica o processo da tomada de decisão. É fundamental que os gestores se dotem das ferramentas adequadas para que consigam tomar decisões objetivas e assertivas. No artigo de hoje, falamos sobre as melhores ferramentas para uma tomada de decisão eficaz!

Soluções de armazenamento na Cloud

mobilidade é uma tendência em crescimento e em muitos setores é já uma realidade de todos os dias. Os colaboradores e os gestores devem ter um fácil acesso às informações mais importantes sobre o negócio, pois só assim conseguirão tomar decisões eficazes e no momento certo. A cloud computing veio facilitar a mobilidade laboral, ao permitir que documentos importantes do negócio sejam consultados e editados em qualquer lugar. Isto vai contribuir para uma tomada de decisão efetiva.

Ferramenta de informação em tempo real

O dia-a-dia de um gestor é bastante atarefado e é humanamente impossível conseguir acompanhar todas as situações que acontecem no negócio. É muito importante ter um sistema de monitorização do negócio em tempo real que permita definir alertas de negócio para que seja avisado sempre que alguma situação importante requer intervenção imediata. O Multipeers é um sistema BAM que permite que defina alertas de negócio que o avisam sempre que uma situação requer a sua atenção. Deste modo, vai estar sempre a par dos eventos do seu negócio e vai poder decidir em tempo útil. Muitas das decisões são tomadas com base em relatórios com alguns dias de atraso, o que faz com que a empresa tenha uma ação reativa e não proativa. Com o Multipeers vai conseguir estar sempre à frente da concorrência.

KPI’s

Os KPI’s relacionam-se com o ponto anterior. Um KPI – indicador de performance – é um valor que demonstra se a empresa está a atingir os seus principais objetivos. A empresa pode e deve ter KPI’s bem definidos. Do mesmo modo, cada departamento e colaborador deve conhecer os seus KPI’s de modo a que possa trabalhar no sentido de atingir os seus objetivos e ajudar a empresa a crescer. “Se não sabemos para onde vamos qualquer caminho serve”: deste modo, é indispensável que cada colaborador conheça o seu papel na empresa para que possa orientar o seu trabalho diário no sentido de atingir todos os seus objetivos. Com o Multipeers, é possível acompanhar os KPI’s em tempo real.

Ciclo PDCA

PDCA é a siga para planear, fazer, verificar e agir. É uma técnica de gestão ligada à melhoria dos processos de uma empresa. O seu objetivo é solucionar problemas, apontando as causas para potenciais desvios e falhas produtivas. Este processo torna a organização da empresa mais eficiente a longo prazo e é essencial que se aplique desde o momento de criação de um negócio, para que a melhoria possa ser contínua. Com base nesta ferramenta, é possível tomar decisões mais eficazes pois existe um maior conhecimento sobre a empresa.

7 Lições de Steve Jobs para gerir melhor o seu negócio

7 Lições de Steve Jobs para gerir melhor o seu negócio

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

O nome de Steve Jobs não deixa ninguém indiferente. Além das incríveis tecnologias que desenvolveu ao longo da sua vida, Steve Jobs também deixou uma história que inspira ainda muito empreendedores e gestores. A sua forma única de enfrentar os desafios e de gerir pessoas é uma inspiração para muitos profissionais. No artigo de hoje, destacamos as 7 principais lições de Steve Jobs para gerir melhor o seu negócio!

Aceite que não pode fazer tudo sozinho

Muitos gestores pensam que conseguem fazer tudo sozinhos e isso é um grande erro, pois pode até comprometer toda a atuação da empresa. Ouvir a opinião das equipas de trabalho é essencial para conhecer outros pontos de vista e outras formas de resolver o mesmo problema. Steve Jobs não criou o iPhone sozinho e dava imenso valor à opinião daqueles que o rodeavam.

Mantenha o foco mesmo no meio do caos

Todos os gestores precisam de foco para orientar o seu trabalho. Quando Steve Jobs chegou à Apple, encontrou um cenário caótico, onde várias versões do Macintosh estavam a ser produzidas em simultâneo. Foi necessário orientar a equipa de trabalho, mantendo o foco em dois produtos: um computador portátil e uma versão Desktop. O resultado final foram dois produtos bem conseguidos e que respondiam às necessidades reais dos clientes.

Faça aquilo de que realmente gosta

Atualmente, não é fácil trabalharmos apenas naquilo que gostamos, mas ter paixão pelo nosso trabalho vai fazer toda a diferença nos resultados finais. Jobs gostava muito da área em que trabalhava e por isso empenhava-se mais do que a maioria das pessoas. Só com verdadeira paixão pelo nosso trabalho é que conseguiremos ser felizes todos os dias!

Simplifique os processos

“A simplicidade é a sofisticação definitiva”: este era o lema de marketing da Apple. Steve Jobs desejou que todas as ações do iPhone se concretizassem em 3 cliques apenas. É fundamental que as empresas ofereçam soluções práticas e simples aos seus clientes, pois o consumidor de hoje é muito exigente e gosta de soluções prontas a usar e fáceis de manusear.

Aprenda com os erros

Até os melhores profissionais erram e Steve Jobs não foi exceção. Muitos gestores ficam frustrados quando erram e não conseguem triar partido das lições que todos os erros têm para nos oferecer. Depois de uma queda, é preciso ter força suficiente para se erguer e isso consegue-se através de uma análise objetiva e realista sobre o que correu mal.

Não se acomode

Muitas empresas acomodam-se quando atingem o patamar de sucesso desejado. É um erro pensar que podem acomodar-se e que já não precisam de se esforçar mais para agradar os clientes. A inovação e a procura de melhorias deve ser uma constante na ação das empresas, pois só assim conseguirão ter negócios dinâmicos e rentáveis.

Procure a perfeição em tudo o que faz

Não basta entregar o que é aceitável: é preciso ir mais além e procurar fazer sempre o melhor possível. A perfeição é um conceito subjetivo, mas se cada colaborador e gestor de uma empresa fizer o seu máximo em todas as tarefas, o resultado final será excecional e será muito difícil que a concorrência consiga fazer melhor!