Gestão de crise: medidas preventivas para salvar o seu negócio

Gestão de crise: medidas preventivas para salvar o seu negócio

Posted Leave a commentPosted in Uncategorized

Todas as empresas temem passar por períodos de crise. Contudo, nem sempre se preocupam em ter planos de gestão de crise, pois o pensamento é “só acontece aos outros”. Na verdade, todas as empresas estão sujeitas a passarem por períodos financeiros mais conturbados e é essencial que tenham um plano de gestão de crise para eliminarem o problema o mais rapidamente possível ou para minimizar o máximo possível os seus efeitos. No artigo de hoje, apresentamos medidas preventivas para salvar o seu negócio!

Analisar os dados e identificar problemas

O primeiro passo é reconhecer que existe um problema que necessita de ser tratado. É fundamental avaliar a sua gravidade pois só isso poderá determinar a urgência das ações corretivas. Os gestores precisam de analisar constantemente os dados disponíveis, de modo a detetarem falhas na gestão, necessidade de mudança de estratégia, desvios produtivos, entre outros problemas que podem levar a uma crise. Identificar os erros cometidos no passado permite-nos evitar os mesmos erros no futuro.

Ter um manual de crise

Quando uma empresa passa por um período de crise, necessita de tomar decisões rápidas. É muito importante que tenha um plano de comunicação escrito que nada mais é do que o manual de crise. Este documento informa sobre as vulnerabilidades da empresa, explica como agir e qual a pessoa responsável por comunicar neste período. o manual de crise deve incluir comunicados prévios, para que seja mais rápida a comunicação nos períodos conturbados.

Não ignore a situação

Se detetar qualquer sinal de que algo está errado, deve agir de imediato. Ao ignorar a situação só vai complica-la, o que trará consequências mais graves no futuro. É necessário fazer um diagnóstico precoce e investigar a origem do problema, pois quanto mais rápido forem implementadas medidas, mais probabilidades a empresa tem de sair da crise sem grandes consequências.

Elimine gastos desnecessários

É fundamental que as empresas estejam sempre atentas a todos os gastos, mas no momento da gestão de crise esta atenção deve ser redobrada. Identifique os gastos mais elevados e mais desnecessários, colo colaboradores poucos produtivos, despesas gerais, gastos em viagens, entre outros. Eliminar estes gastos num momento saudável da empresa vai permitir que as situações de crise se atrasem ou que sejam mesmo eliminadas. No entanto, deve ter também cuidado para não eliminar gastos que sejam necessários ao bom funcionamento da empresa, visto que isso pode trazer um problema ainda maior.

Tenha informação disponível em tempo real

As más decisões podem destruir um negócio, pelo que é fundamental que os gestores tenham à dus disposição informação fidedigna e atualizada. Os softwares de monitorização de negócio em tempo real como o Multipeers são cada vez mais uma necessidade nas empresas. Só com informação atualizada é que os gestores conseguem tomar decisões assertivas e eficazes para o bom funcionamento da empresa. A falta de informação é muitas vezes a maior responsável por momentos menos bons nas empresas, pelo que é essencial escolher um bom sistema de monitorização do negócio para melhor fazer a gestão de crise.

 

Analisar os dados em tempo real é cada vez mais uma realidade nas empresas em todo o Mundo. Os negócios acontecem a um ritmo muito acelerado e é essencial que saiba o que está a acontecer na sua empresa para conseguir tomar as decisões mais adequadas para o seu negócio. Faça download do nosso e-book e saiba como uma ferramenta BAM o pode ajudar a gerir!