As principais tendências de inteligência artificial para 2019

As principais tendências de inteligência artificial para 2019

Posted Leave a commentPosted in Notícias

Estamos numa nova era: vivemos atualmente na idade da inteligência artificial e não há como fugir disso. Já todos conseguimos detetar algo relacionado com inteligência artificial em muitas empresas e Brian Krzanich, CEO da Intel, tem uma certeza: todas as empresas serão afetadas por esta nova tecnologia; caso contrário não conseguirão adaptar-se à nova realidade a que já assistimos. Com o aproximar de 2018, muitos são os especialistas que se debruçam sobre as principais tendências que nos esperam no novo ano. No artigo de hoje, reunimos as principais tendências de inteligência artificial para 2019.

Análise de dados mais sofisticada

Os dados são os ativos mais importantes das empresas e é preciso que os gestores tenham verdadeira consciência disso. Em 2019 prevê-se que a análise de dados ganhe uma ainda maior importância e que sejam utilizados programas e aplicações que permitam que os dados sejam analisados de uma forma mais rápida e mais automática. O objetivo não é substituir os humanos nesta tarefa, mas sim dotá-lo de todas as ferramentas e informações necessárias para uma tomada de decisão mais assertiva. Assim, será possível automatizar a criação de dados, descobrir tendências e trocar informações entre diversos departamentos. E tudo isto de uma forma mais rápida e objetiva!

Gémeos Digitais

Esta é uma solução que visa melhorar os processos de criação, de testes e de correção na fabricação de novos produtos. Na verdade, os gémeos digitais nada mais são do que uma cópia de processos que existem na realidade. Ou seja. ao mesmo tempo que um produto é desenvolvido no mundo físico, a sua criação também acontece no mundo virtual. Deste modo, é possível realizar testes e análises antes do produto sair para o mercado. As principais vantagens desta tecnologia são: redução do tempo de produção, redução de custos, maior capacidade de adaptação, melhor previsão de lucros e melhorias da previsão de riscos e redução de erros.

Uso massificado dos chatbots

Os chatbots são as estrelas da inteligência artificial. Estão ligados à base de dados da empresa e utilizam linguagem comum para falar com os clientes. São capazes de reconhecer nomes e números de telefone para prever o comportamento dos clientes. São sistemas muito inteligentes na medida em que armazenam a informação essencial para poderem encaminhar os clientes para as áreas que eles precisam de consultar. A Ryanair, por exemplo, utiliza já este sistema para falar com os clientes.

Centralização da informação

A inteligência artificial ajuda as empresas a interligarem todas as suas informações, o que tem um peso importantíssimo nas decisões de gestão e sobretudo na área de marketing. Uma empresa que analise a sua informação em tempo real e que tenha num só local todas as informações de negócio importantes será capaz de tomar decisões mais assertivas e acertadas, o que potencia o sucesso do negócio. O Multipeers é, por isso, uma ferramenta cada vez mais necessária nas empresas atuais.

Solidifcação da Blockchain

O Blockchain está muito na moda devido ao uso crescente das criptomoedas, mas a sua utilização vai muito além disso. Esta tecnologia torna o registo das transações muito mais seguro. Esta tecnologia inovou na forma de registar informações, o que proporciona uma nova forma de trabalhar com dados no mundo web. Contudo, o Blockchain não é apenas utilizado no mundo das criptomoedas. Também na área da saúde esta tecnologia pode ser utilizada, visto que permite que haja um registo de toda a movimentação de dados, o que aumenta a segurança dos mesmos.

inteligência artificial já está por todo o lado e não há como negar isso! Se há uns anos quando pensávamos em inteligência artificial “viajámos” para um futuro longínquo, hoje podemos dizer que a inteligência artificial já faz parte do nosso dia-a-dia!

Glossário de gestão de informação: 20 termos que precisa de conhecer

Glossário de gestão de informação: 20 termos que precisa de conhecer

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Gerir a informação de um modo eficaz é essencial para garantir que a empresa consegue obter os insights necessários para tomar as melhores decisões para o negócio. Numa era em que todos os dias são gerados volumes enormes de dados, as empresas procuram encontrar as melhores formas de lidar com a informação diariamente. No artigo de hoje, deixamos-lhe 20 termos sobre gestão de informação que precisa de conhecer!

Análise descritiva

Este tipo de Data Analytics responde à questão “o que está a acontecer agora?”. Através da resposta, as empresas podem analisar os dados sobre perdas de clientes, valores de vendas de um determinado produto e resultado de campanhas lançadas. A análise descritiva permite que se tomem decisões imediatas com um elevado nível de segurança, visto que a análise é feita com base em dados concretos e atuais. A informação proveniente deste tipo de análise é por norma exibida em gráficos e tabelas, o que permite que o gestor tenha uma visão global dos processos monitorizados.

Análise diagnóstica

A análise diagnóstica vai explicar-nos porque é que determinada coisa aconteceu. Este tipo de análise vai relacionar todos dados e informações disponíveis, de modo a encontrar padrões de comportamento que possam explicar os resultados. É uma análise importante para encontrar problemas e sobretudo para evitar repeti-los no futuro.

Análise preditiva

A análise preditiva é uma forma avançada de Data Analytics que tem como objetivo responder à questão “o que vai acontecer?”. É um tipo de análise que faz previsões através de probabilidades. Esta análise é possível graças a técnicas como análise de regressão e progressão, correspondência de padrões e diversos tipos de estatística. Este tipo de Data Analytics é muito utilizado em empresas do mercado de ações e investimentos.

Análise prescritiva

A análise prescritiva é a análise da adivinhação. Responde à pergunta “o que poderá acontecer se tomarmos esta medida?”. Este tipo de análise é muito importante sobretudo na área de vendas. Por exemplo, se pensarmos em dar 15% de desconto no próximo mês no produto menos vendido da empresa, a probabilidade de aumentarmos as vendas é de 40%. A análise prescritiva levanta hipóteses sobre possíveis resultados das ações tomadas pela empresa. É uma análise essencial para os gestores, pois ajuda-os a avaliar da melhor forma a escolha de determinada estratégia para resolver algum problema.

Backup

O backup é uma cópia de segurança que permite salvaguardar os dados e ficheiros. Se houver um problema informático e se perderem ficheiros importantes, a única alternativa é refazer o trabalho que já tinha sido feito anteriormente. Isto leva a uma quebra grande de produtividade. Ter um backup atualizado dos dados vai permitir que o rendimento da empresa não será afetado pois mesmo em caso de desastre informático os colaboradores terão acesso aos documentos de que precisam para trabalhar.

BAM

BAM significa Business Activity Monitoring e é uma ferramenta que define o processo e tecnologias para conseguir colocar num dashboard informação sobre os KPI’s da empresa em tempo real. O que o BAM faz é apenas mostrar num só local toda a informação oriunda das mais variadas fontes de dados da empresa, eliminando a necessidade de consultar diversas bases de dados e afins para se saber o que se passa na empresa naquele dado momento.

Base de dados

Conjunto de arquivos relacionados, tabelas, relações, que armazena dados e faz associações entre eles. As bases de dados são atualmente dos ativos mais importantes de uma empresa.

BI

O BI (business intelligence) é uma técnica que ajuda os gestores a planear a estratégia da empresa através da recolha e análise de um grande volume de dados, para entender o desempenho da empresa e a partir daí decidir mais conscientemente sobre o futuro.

Big Data

Big Data é o termo que descreve o incomensurável volume de dados (estruturados ou não) que têm impacto nos negócios diariamente. Mais importante do que a quantidade de dados, é o que as empresas podem fazer com eles.

Cientista de dados

Esta vai ser uma das profissões mais procuradas no futuro. Um cientista de dados é um profissional analítico que tem capacidades técnicas capazes de resolver problemas complexos e surgiram para tratar da enorme quantidade de dados não estruturados com os quais as empresas têm que lidar diariamente. Este profissional cria algoritmos para extrair insights dos dados gerados pelas diversas fontes de informação e apresenta-os num formato prático e simples de analisar por parte dos tomares de decisão, que depois serão capazes de definir estratégias e decidir qual o melhor caminho para a empresa.

Cloud

Cloud Computing é um modelo que possibilita o acesso total, através da rede, a um conjunto de recursos de computação partilhados (redes, datacenters, armazenamento, serviços, aplicações, entre outros), que podem ser rapidamente disponibilizados, com esforço mínimo e sem interação com o fornecedor.

CRM

CRM é a sigla para Customer Relationship Management, ou seja, Gestão do relacionamento com o cliente e é utilizado por milhares de empresas para gerirem o seu relacionamento com os atuais e potenciais clientes. Este software tem como objetivo proteger as informações comerciais de uma empresa. Ao mesmo tempo, um CRM ajuda a identificar as melhores ações e a melhor altura para contactar o cliente, de modo a impulsionar a venda. Do mesmo modo, permite avaliar objetivos e avaliar a equipa de vendas.

Dados pessoais

De acordo com o RGPD, consideram‑se dados pessoais quaisquer informações relativas a uma pessoa individual identificada ou identificável através das mesmas (identificável «por referência a um número de identificação ou a um ou mais elementos específicos da sua identidade física, fisiológica, psíquica, económica, cultural ou social»).

Dashboard

Um dashboard é um painel de controlo que apresenta de forma visual as informações mais importantes sobre o negócio. No caso de utilizar uma ferramenta como o Multipeers, a informação é atualizada permanente e automaticamente, de modo a que tenha ao seu dispor as informações mais atuais sobre tudo aquilo que se passa na empresa.

Inteligência artificial

A inteligência artificial é a capacidade que as máquinas têm para pensarem como seres humanos. Define a sua capacidade de aprender, raciocionar e decidir de forma autónoma e inteligente. Ao contrário do que se pensa, este não é um conceito recente. Surgiu pela primeira vez em 1956 por John McCarthy, um professor universitário que usou o termo para descrever um mundo longínquo em que as máquinas seriam capazes de resolver todos os problemas que até então eram resolvidos exclusivamente pelos seres humanos.

KPI

KPI significa key performance indicator, isto é, indicador-chave do desempenho. No mundo empresarial, os KPI’s são medidas quantificáveis que servem para entender se os objetivos da empresa estão a ser atingidos ou se é necessário modificar a estratégia para os alcançar.

Mascaramento de dados

O mascaramento de dados visa a criação de uma versão dos dados estruturalmente idêntica, mas não igual. Esta técnica cria uma base de dados com informação fictícia, mas realista, que pode ser utilizada para fins de testes e formação. As soluções de mascaramento de dados oferecem uma variedade de técnicas scrambling sofisticadas para proteger dados sensíveis, substituindo-os de forma irreversível por dados que não são reais, mantendo a integridade referencial da base de dados.

PDCA

PDCA é a siga para planear, fazer, verificar e agir. É uma técnica de gestão ligada à melhoria dos processos de uma empresa. O seu objetivo é solucionar problemas, apontando as causas para potenciais desvios e falhas produtivas. Este processo torna a organização da empresa mais eficiente a longo prazo e é essencial que se aplique desde o momento de criação de um negócio, para que a melhoria possa ser contínua.

Política de segurança

A política de segurança é um documento desenvolvido pela empresa onde se registam os princípios de segurança que a empresa adota e que devem ser seguidos pelos colaboradores. A política de segurança deve ser aplicada em todos os sistemas de informação, a nível de desktop e de mobile. Para que a política seja respeitada, é essencial que os gestores de topo participem na sai implementação.

VPN

Um rede VPN é uma rede privada virtual que transmite dados criptografados enquanto eles navegam de um ponto para outro no mundo Web. Conectar-se através da VPN faz com que o utilizador possa navegar em sites de forma segura e privada. As ligações VPN são cada vez mais utilizadas, pois permitem aceder remotamente a arquivos locais e é uma forma segura de navegar através de redes Wi-fi públicas.

Conheça os principais tipos de análise de dados

Conheça os principais tipos de análise de dados

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Já não é novidade que as empresas lidam com um grande volume de dados, o que dificulta a sua análise e a consequente tomada de decisões. Nem sempre é fácil para os gestores conseguirem aceder a todos os dados de que efetivamente precisam. Atualmente, é necessário cruzar dados oriundos das mais diversas fontes de dados, obter insights e analisar a informação sobre consumidores e mercado. E só depois é hora de tomar a decisão certa. No artigo de hoje, vamos abordar os 4 tipos de análise de dados para utilizar no seu negócio!

Análise descritiva

Este tipo de Data Analytics responde à questão “o que está a acontecer agora?”. Através da resposta, as empresas podem analisar os dados sobre perdas de clientes, valores de vendas de um determinado produto e resultado de campanhas lançadas. A análise descritiva permite que se tomem decisões imediatas com um elevado nível de segurança, visto que a análise é feita com base em dados concretos e atuais. A informação proveniente deste tipo de análise é por norma exibida em gráficos e tabelas, o que permite que o gestor tenha uma visão global dos processos monitorizados.

Análise preditiva

A análise preditiva é uma forma avançada de Data Analytics que tem como objetivo responder à questão “o que vai acontecer?”. É um tipo de análise que faz previsões através de probabilidades. Esta análise é possível graças a técnicas como análise de regressão e progressão, correspondência de padrões e diversos tipos de estatística. Este tipo de Data Analytics é muito utilizado em empresas do mercado de ações e investimentos.

Análise diagnóstica

A análise diagnóstica vai explicar-nos porque é que determinada coisa aconteceu. Este tipo de análise vai relacionar todos dados e informações disponíveis, de modo a encontrar padrões de comportamento que possam explicar os resultados. É uma análise importante para encontrar problemas e sobretudo para evitar repeti-los no futuro.

Análise prescritiva

A análise prescritiva é a análise da adivinhação. Responde à pergunta “o que poderá acontecer se tomarmos esta medida?”. Este tipo de análise é muito importante sobretudo na área de vendas. Por exemplo, se pensarmos em dar 15% de desconto no próximo mês no produto menos vendido da empresa, a probabilidade de aumentarmos as vendas é de 40%. A análise prescritiva levanta hipóteses sobre possíveis resultados das ações tomadas pela empresa. É uma análise essencial para os gestores, pois ajuda-os a avaliar da melhor forma a escolha de determinada estratégia para resolver algum problema.

 

Analisar os dados é fundamental para conseguir dar resposta aos constantes desafios do mundo empresarial tão competitivo de hoje em dia. Já não basta analisar os eventos depois destes terem acontecido: é imprescindível estar sempre a par do que se passa a cada momento. Os sistemas de monitorização de negócio como o Multipeers são ferramentas essenciais no mundo dos negócios de hoje em dia, pois permitem-nos analisar ao segundo aquilo que se está a passar na empresa, permitindo agir de imediato sem que existam consequências graves.

BI e BAM: entenda a diferença entre estes dois conceitos

BI e BAM: entenda a diferença entre estes dois conceitos

Posted Leave a commentPosted in Definição de métricas de negócio

BI e BAM são termos que se encontram muito presentes numa grande parte das empresas. Não são necessariamente termos independentes, mas também não se exige que as duas ferramentas funcionem em simultâneo numa mesma empresa: cada uma delas é independente. Existem ainda muitas dúvidas relativamente à diferença entre estes dois termos e no artigo de hoje vamos falar sobre as principais diferenças entre BI e BAM.

O que é um sistema BAM?

BAM significa Business Activity Monitoring e é uma ferramenta que define o processo e tecnologias para conseguir colocar num dashboard informação sobre os KPI’s da empresa em tempo real. O que o BAM faz é apenas mostrar num só local toda a informação oriunda das mais variadas fontes de dados da empresa, eliminando a necessidade de consultar diversas bases de dados e afins para se saber o que se passa na empresa naquele dado momento.

O que é Business Intelligence?

O BI é uma técnica que ajuda os gestores a planear a estratégia da empresa através da recolha e análise de um grande volume de dados, para entender o desempenho da empresa e a partir daí decidir mais conscientemente sobre o futuro.

Relação e diferenças entre BI e BAM

As ferramentas de monitorização de negócio facilitam o processo de extrair informações e de tomar decisões operacionais conscientes e ponderadas. Ambas as ferramentas utilizam a informação com o objetivo de melhorar o desempenho. A análise de dados que as ferramentas BAM proporcionam é muito eficiente pois apresenta a informação de um modo simples e conciso, permitindo que o gestor rapidamente fique informado sobre o estado real e atual do negócio.

Ao contrário do Business Intelligence, os sistemas BAM não falam sobre passado ou futuro: focam-se apenas no presente. O sistema BAM vai integrar todas as informações da empresa num só lugar para que os dados possam ser consultados a qualquer momento e em qualquer lugar. O BI vai acrescentar uma cultura analítica em todos os setores da empresa, para que todos tenham conhecimento sobre o estado do negócio. As informações atualizadas e analisadas em tempo real vão proporcionar melhorias em todos os setores da organização.

 

Estes dois conceitos funcionam muito bem se forem aplicados em conjunto na empresa, de modo a que possa compreender todas as informações do seu negócio de uma forma simples. A vida da sua empresa acontece agora e deve saber a cada instante o que se passa com o negócio. Do mesmo modo, deve dotar-se das ferramentas certas para que possa tomar as decisões mais adequadas para o futuro!

Entenda a relação entre análise de dados e gestão de marketing

Entenda a relação entre análise de dados e gestão de marketing

Posted Leave a commentPosted in Internet e Marketing

As empresas geram cada vez mais dados no seu dia-a-dia, mas mais importante que a quantidade é a capacidade de analisar a informação gerada. Atualmente, produz-se 5 vezes mais informação do que em 1987 e um dos maiores desafios das empresas é analisar os dados eficazmente, para que possam tomar decisões em com base em factos fidedignos. A gestão de marketing é uma das áreas que mais pode beneficiar com a correta gestão da informação. No artigo de hoje, vamos falar sobre a relação entre análise de dados e gestão de marketing!

Criar relatórios com frequência

A análise de dados deve ser feita de forma constante, para que as decisões sejam tomadas com base em informação atual. Muitas empresas fazem relatórios semanais e quando encontram a informação esta já tem alguns dias. O ideal é criar relatórios curtos e relevantes e de fácil leitura. O Multipeers permite que crie relatórios simples, em que todos os utilizadores percebem a informação e os outputs da análise. Esta alteração vai impactar positivamente nas ações de marketing, que serão muito mais controladas e efetivas.

Saber o que se pretende analisar

Os dados não servem para nada se não soubermos o que precisamos de fazer com eles. É essencial definir as principais métricas de análise e avaliar com frequência se as métricas que estamos a analisar ainda fazem sentido para o negócio. Atualmente, os negócios acontecem a um ritmo muito dinâmico e isso causa mudanças constante. Analisar os dados de modo eficaz permite-nos oferecer um melhor serviço ao cliente, pois estaremos mais conscientes daquilo que eles realmente precisam.

Personalizar a experiência do utilizador

Hoje em dia, o consumidor é cada vez mais exigente e é essencial conseguir criar uma experiência única para cada um deles. Essa tarefa só é possível com base na análise de dados. A Netflix é um bom exemplo neste setor, pois sugere filmes e séries de acordo com as preferências e hábitos de cada utilizador. Se conhecer bem o seu cliente, vai conseguir prestar-lhe um serviço diferenciado e a análise de dados é essencial neste capítulo.

Análise de dados em tempo real

Hoje em dia, já não basta analisar os dados após uma semana das situações acontecerem. Tudo acontece a um ritmo muito rápido e é imprescindível que analise os dados no exato momento em que eles acontecem. O Multipeers permite-lhe analisar os dados em tempo real e alerta-o para situações que saem do previamente estabelecido como normal. Vamos imaginar que é dono de uma cadeira de acessórios de moda e que pretende que todos os dias até ao meio-dia venda X. Se num dia o valor estiver fora do seu padrão normal, o Multipeers alerta-o de imediato para que possa tomar ações, como por exemplo lançar uma campanha promocional para esse dia.

Investir tempo na análise de dados

Os dados são gerados e muitas vezes organizados em relatórios que ninguém lê. Quando assim é, os dados perdem o seu propósito e a organização perde a oportunidade de ter melhores resultados. É muito importante que o gestor de marketing dedique uma parte do seu tempo a analisar a informação, pois só assim será capaz de criar estratégias relevantes para a empresa.

 

Os 5 maiores benefícios do uso da análise de dados para as suas vendas

Os 5 maiores benefícios do uso da análise de dados para as suas vendas

Posted Leave a commentPosted in Uncategorized

Mais do que ter um produto de qualidade e uma equipe competente de vendas, é essencial reunir informações sobre o seu negócio e o mercado e analisá-los. Essa medida oferece uma série de vantagens e para descobrir quais são os 5 maiores benefícios do uso da análise de dados para suas vendas, você vai conferir neste artigo os tópicos a seguir:

  • Conhecimento do mercado;
  • Marketing mais eficiente;
  • Maior conversão de vendas;
  • Tomada de decisões;
  • Mobilidade da análise de dados.

Conhecimento do mercado

Existem muitos benefícios do uso da análise de dados para suas vendas, sendo que um dos principais é ajudar no conhecimento do mercado. Afinal, se você não entender o segmento no qual atua são grandes as chances de cometer erros. Por outro lado, ao ter consciência do seu funcionamento é possível sempre estar à frente da concorrência.

Desse modo, consegue oferecer ao seu público-alvo soluções em produtos e serviços que atendem as suas necessidades, já que essa é uma das estratégias mais assertivas para atrair consumidores em potencial para a sua empresa. Com o conhecimento do mercado pode ainda, portanto, ditar tendências e acompanhar as inovações e beneficiar-se delas.

Marketing mais eficiente

Assim como a análise de dados permite entender o seu ramo de atuação para poder acompanhá-lo e manter-se sempre em destaque em meio à concorrência, o estudo das informações também possibilita que o seu negócio invista em ações de marketing mais eficientes. Essa é mais uma forma de conquistar o seu público alvo e vender mais.

Com a análise de dados, consegue ainda reduzir os investimentos com marketing, uma vez que é possível focar nas ações que oferecem os melhores resultados, sem gastar com aquilo que não dá o retorno esperado. Em tempos de grande variedade de ações de marketing que podem ser feitas, nada melhor do que identificar as mais vantajosas para o seu negócio.

Maior conversão de vendas

Quando se conhece o mercado e são realizadas as campanhas de marketing mais eficientes, uma consequência natural é a maior conversão de vendas. Afinal, vender mais é o objetivo de todas as empresas, já que isso significa mais lucro e possibilidade de ampliar o seu negócio e torná-lo mais moderno.

Analisar os dados também ajuda a equipe a identificar quem são os consumidores do seu produto e assim ajustar campanhas publicitárias e mesmo o produto ou serviço em si para atendê-los de modo mais adequado. Além disso, permite entender o comportamento de compra dos consumidores e, assim, apresentar a sua mercadoria no momento certo.

Tomada de decisões

Embora a análise de dados para seu controle de vendas seja essencial, essa tarefa pode custar muito tempo da sua equipe quando é feita sem o uso das ferramentas adequadas. Hoje em dia, mesmo pequenas empresas trabalham com um grande fluxo de informação e analisar todos os dados do seu negócio pode ser bastante dispendioso.

Com isso, a sua equipe vai levar muito mais tempo para obter as respostas que procura e quando isso acontecer já pode ser tarde demais. Para tanto, existem ferramentas que ajudam na análise de dados, mostrando as informações relevantes em tempo real e de modo claro, por meio de gráficos e outros recursos.

Além de agilidade esses recursos promovem o compartilhamento dos dados com todos os envolvidos, tornando o trabalho mais organizado. Tudo isso é de extrema importância para a tomada de decisões, pois sem informações atualizadas e completas corre-se o risco de não fazer as melhores escolhas para o seu negócio.

Mobilidade da análise de dados

As ferramentas adequadas para analisar os dados devem oferecer ainda acesso remoto. Essa vantagem é útil em diferentes momentos, já que você e a sua equipe não estão sempre na empresa. Além disso, a tomada de decisões muitas vezes se dá durante as vendas externas e em reuniões fora da empresa.

Mas com um sistema que ofereça mobilidade da análise de dados, podendo ser feitaem qualquer lugar e a qualquer momento, é possível tomar as decisões certas sempre que preciso. Para desempenhar essa tarefa e demais atividades de gestão empresarial o ERP para pequenas e médias empresas GestãoClick é um recurso completo.

Esse sistema informatiza todos os dados do seu negócio, conecta os setores e automatiza os processos. Assim, além de dinamismo, é possível contar com a mais completa segurança dos dados da sua empresa. Para margem, esses softwares permitem que você gerencie desde o cadastro de clientes até completo do programa de controle financeiro da sua empresa.

Artigo by: GestãoClick

Saiba como a análise de dados o pode ajudar a definir uma estratégia de mercado

Saiba como a análise de dados o pode ajudar a definir uma estratégia de mercado

Posted Leave a commentPosted in Dicas de Gestão

Entenda como a análise de dados o pode ajudar a definir estratégias

A intuição não é suficiente na hora de decidir o melhor para a sua empresa. A análise de dados baseados em factos aumenta a probabilidade de tomar as melhores decisões para o futuro do seu negócio. Cada vez mais os gestores têm a consciência de que analisar os dados em tempo útil é uma necessidade no mundo empresarial atual. Neste artigo, vamos explicar-lhe como a análise de dados o pode ajudar a definir uma estratégia de mercado.

Os dados oriundos de várias fontes permitem uma visão global do mercado

Analisar os dados vindos de diversas fontes é essencial para ter informação completa e global sobre o estado do seu negócio. É fundamental que esteja atento ao mercado, sendo as fontes externas à organização de máxima importância. Se souber sempre o que se passa no mercado onde atua, será capaz de estar sempre a par das tendências e alterações, conseguindo estar um passo à frente da concorrência. A análise de dados ajuda-o a descobrir qual o passo a seguir.

Analisar a informação deixada pelo cliente permite traçar um perfil real

É obrigatório conhecer o perfil do cliente, as suas necessidades e expetativas. Conseguimos traçar este perfil se estivermos atentos aos sinais que ele deixa nos diferentes canais de comunicação com a empresa. No mundo digital de hoje em dia, todos deixamos pistas e tudo o que o cliente faz na Internet pode ser informação relevante para a construção do seu perfil. O seu comportamento cria estatísticas, que por sua vez criam comportamentos de consumo. Através da análise de dados dados, podemos melhorar o nosso serviço para aquele cliente, aumentando a sua ligação com a marca.

A análise dos resultados das ações de marketing melhora o seu desempenho

Tudo o que se faz a nível de marketing deve ser medido. Através de ferramentas de análise, como o Google Analytics, é possível identificar quais áreas do site estão a ter melhores resultados e dirigir os esforços para aquelas que não estão a ter um bom rendimento. A nível das redes sociais isso também se aplica e deve analisar-se sempre todas as ações. Deste modo, a análise de dados permite melhorar a performance do marketing, o que se verificará em todas as áreas do negócio.

Informação verdadeira aumenta a confiança nas decisões tomadas

As decisões tomadas com base nos dados reais do negócio vai aumentar a confiança dos gestores. E este aumento de confiança vai ser positivo para o crescimento do negócio pois o gestor será capaz de tomar decisões mais difíceis de forma mais consciente e o risco de errar será menor. A análise de dados influencia positivamente esta questão.

O conhecimento da concorrência melhora o nosso posicionamento de mercado

Analisar as ações da concorrência e criar estatísticas com esses dados vai dar-nos uma melhor perceção daquilo que os nossos concorrentes fazem e vai permitir-nos ter um melhor posicionamento de mercado. A informação em tempo real é cada vez mais uma necessidade e permite-nos saber, a cada momento, o que se passa à nossa volta para que possamos agir de forma rápida e consciente.

O Multipeers é um software de business acitivity monitoring que lhe permite gerir o negócio em tempo real.
Fale connosco e conheça o produto que vai mudar toda a gestão do seu negócio!

5 dicas do Gartner para analisar corretamente os seus dados em tempo real

5 dicas do Gartner para analisar corretamente os seus dados em tempo real

Posted Leave a commentPosted in Tecnologia e Gestão

Conheça as dicas do Gartner

O Gartner é o maior líder do Mundo em aconselhamento e pesquisa em tecnologia e defende a importância da análise dos dados em tempo real para uma mais correta tomada de decisões. “As análises em tempo real podem permitir que as equipas da ciência de dados executem modelagens, simulações e otimizações com base em um conjunto completo de dados da transação e não apenas amostras”, refere um analista do Gartner. Neste artigo, apresentamos 5 dicas do Gartner para que analise corretamente os seus dados em tempo real!

Transforme decisões operacionais demoradas em decisões em tempo real

As decisões operacionais são repetidas com grande regularidade de uma forma estruturada. Mudar as decisões lentas para decisões em tempo real requer novas metodologias. Torne os dados disponíveis no imediato para que as decisões operacionais sejam baseadas nos factos que estão a acontecer no momento e não com base em dados antigos.

Faça mudanças frequentes para simplificar processos

Analise o modo como as decisões são tomadas na sua empresa e encontre formas de melhoria. Usemos o exemplo do modelo utilizado para aprovar as transações pelo cartão de crédito da empresa. Este modelo é desenvolvido uma vez em dados de históricos e passa a ser utilizado para avaliar as transações de cartão de crédito em tempo real por várias semanas ou meses. É importante monitorizar os resultados de modo a garantir que os modelos funcionam corretamente. Caso não funcionem, é preciso modificar as regras e análises com frequência para obter a melhor forma possível de decidir corretamente.

Use alertas de negócio para que nada lhe escape

Os sistemas de monitorização do negócio trabalham de forma contínua, 24 horas por dia, durante 7 dias por semana. Softwares como o Multipeers acompanham todos os eventos à medida que ocorrem. Pode e deve definir alertas de negócio para ser avisado sempre que algo fora do padrão considerado normal. Deste modo, será alertado via e-mail e/ou SMS sobre as situações que requerem a sua atenção. Garante assim que não perde nenhuma informação importante sobre o negócio e tem a possibilidade de agir de imediato.

Seja coerente com o quadro operacional

Com a utilização de dashboards com informação em tempo real sobre a empresa, é possível criar um quadro operacional comum para todos os colaboradores. Contudo, é possível definir a quais indicadores cada colaborador tem acesso de modo a que receba apenas a informação necessária para a execução do seu trabalho. Deste modo, consegue ter um dia-a-dia mais organizado e focado.

Encare a tomada de decisões como uma disciplina

A gestão da informação para a correta tomada de decisões é o progresso da conceção dos sistemas que tomam decisões. Os sistemas de tomada de decisão são executados através de mecanismos de regras, que se dividem entre softwares e pessoas – os reais tomadores de decisão. Encare esta componente tão importante para o sucesso dos negócios como uma disciplina, criando regras e métodos de trabalho que permitam analisar os dados corretamente e decidir de forma segura.